Vale do Itajaí e /ou Vale da Saudade

Em pleno mês de Agosto os irmãos Lira Netto e Nivaldo Lira Contemplando as praias de Santa Catarina

Impossível lá pelos lados do Centro Oeste brasileiro, precisamente no extremo-norte de Mato Grosso falarmos de Santa Catarina sem que os ouvintes se desmanchem em elogios a essa terra inesquecível sem mesmo necessitarmos falar de sua a colheita é diferente e surpreendente as novas descobertas belezas naturais.

Há mais de uma década, que tenho incluído no cardápio de minha sobrevivência premiada das beneficieis da terceira idade, as minhas merecidas férias anuais no litoral catarinense.

A cada viagem de férias a colheita é diferente e surpreendente as novas descobertas e os novos amigos e os novos desafios viver a vida depois da linha de chegada.

O Repórter |Lira Netto curtindo a brisa do mar na praia de Armação Santa Catarina

Em agosto de 2021 numa época que não se caracteriza como o da temporada também fomos visitar o litoral de Santa Catarina e podemos testemunhar que aquele lugar se deslumbra em qualquer época em uma lembrança inesquecível aos olhos de quem os visita.

Em questão de minutos a paisagem deslumbrante do Vale de Iatajai, trazem à tona sus serras verde escuras denunciando suas matas variando em segundos no e branquicentos d e uma neblina suave e encantadora com seu clima alternado entre 18 e 12 graus, algo salutar para sentir o paladar e gosto do viver bem.

Os céus deslumbrante deste litoral se reveza em contrastes, de raios de sol e nuvens apressadas como a transportar recados do Pai da Criação. Elas se movem inquietas em questão de segundos como se estivessem também a apresentar as publicidades da beleza do Criador do Universo.

Posso testemunhar que aquele habitat é ocupado por um povo acolhedor, educado, trabalhador e que seus pioneiros esbanjam um caráter cujo valor é inestimável.

Mas uma vez, esse humilde soldado do REI DO UNIVERSO, se dobra ante as belezas naturais, presente invejável do CRIADOR DO UNIVERSO aquele povo merecedor.

Parabéns, Balneário Camboriú, Itajaí, Navegantes, Barra Velha, Penha e agora a minha inesquecível PIÇARRAS. Enfim, a todo VALE DO ITAJAI, que também pode ser titulada como o VALE DA SAUDADE. Pois impossível um passeio a este jardim deslumbrante dos catarinenses sem que levemos na bagagem uma eterna saudade.

Por Lira Netto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =