O povo brasileiro começa entender seu direito de representação

O Ceraense Ailton, vendedor ambulante 36 anos de Alta Floresta, representa a maturidade do novo eleitor do século 21 na escolha de seus representantes. Foto e texto /Lira Netto

Na última sessão legislativa da Câmara municipal de Alta Floresta, nossa reportagem conversou com o vereador Ailton do partido republicanos que em rápidas palavras falou de sua origem e o porquê está hoje vereador em Alta Floresta.

O nordestino Francisco Ailton,que segundo informou a nossa reportagem chegou em Alta Floresta por volta do ano de 1985, a precisamente 36 anos, oriundo do Ceará, como vendedor ambulante, profissão que exerce até hoje com muito orgulho. A razão de ter se candidatado a vereador segundo ele, foi pelos constantes apelos de seus clientes e amigos.

Amigos de sua comunidade de suas relações sociais, na igreja e por onde desempenhava suas atividades.  Aceitou o desafio e pela primeira vez se candidatou a vereador .Contemplado nas urnas, nas eleições de 2020 ele agora  está vereador.

Segundo Ailton, quer representar com muito orgulho a sua classe, bem, como todos os segmentos da sociedade organizada de Alta Floresta.

Ailton é uma testemunha da nova realidade que aos poucos vai transformando o Brasil. As mídias socias e os novos tempos de amadurecimento da democracia brasileira, acende luz no fundo do túnel por um Brasil melhor e com mais possibilidade da participação de todos os segmentos se integrando por uma mudança para melhor na politica brasileira.

A eleição do vereador Francisco Ailton, também é uma demonstração de que o eleitor brasileiro está começando pra valer, a ficar atento na qualidade daqueles, que daqui para frente irão ser escolhidos para representá-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − oito =