Brasil apenas empata no primeiro amistoso do ano com o Panamá.

Casemiro
Casemiro fez boa partida em amistoso do Brasil contra o Panamá. Foto: Getty Images

O primeiro amistoso da Seleção Brasileira em 2019 estava cercado de expectativa. Caras novas, proximidade da lista de convocados para a Copa América… Mas, dentro de campo, o empate em 1 a 1 com o Panamá, neste sábado, em Porto (POR), não deixou boas impressões. Coube a Lucas Paquetá marcar para o Brasil, que sofreu gol pela primeira vez após a Copa do Mundo na igualdade panamenha. Problemas a serem corrigidos pelo técnico Tite. 

O Brasil volta a campo na próxima terça-feira, onde enfrenta a República Tcheca, em Praga, no segundo amistoso desta data-Fifa e no último compromisso antes do técnico Tite divulgar a lista de convocados para a Copa América. A tendência é que nomes experientes como Alisson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro estejam em campo nesta partida. 

LUCAS LIMA COM A CAMISA 10?
A escalação distribuída pela organização do jogo causou uma confusão antes da bola rolar. O camisa 10 da Seleção Brasileira foi lida como Lucas Lima, devido ao nome Lucas Tolentino Coelho de Lima. Apesar de parecer, não é o meia do Palmeiras. O citado é Lucas Paquetá, que tem o mesmo nome, mas o sobrenome é uma brincadeira por ter nascido na Ilha de Paquetá. 

MUITA POSSE E BOAS CHANCES EMOÇÃO
O Brasil chegou a ter 82% de posse de bola e pressionou com chances efetivas. O primeiro susto veio com Paquetá, que conseguiu finalizar após passe de Richarlison. Pouco depois, Alex Telles levantou da intermediária, e Firmino testou com muito perigo. Aos 20 minutos, foi a vez de Arthur dominar e bater cruzado, rasteiro. 

TOMA LÁ DE CÁ DE GOLS

Aos 31 minutos, o Brasil conseguiu vencer a defesa panamenha para abrir o placar. Casemiro cruzou da direita, e Lucas Paquetá apareceu na área para concluir. Foi o primeiro gol do camisa 10 pela Seleção. Mas, pouco deu para comemorar. Logo na sequência, a defesa brasileira fez linha de impedimento e Adolfo Machado empatou para o Panamá. Lance irregular, mas gol validado.

Paquetá marca, mas Brasil só empata com Panamá no 1º amistoso de 2019
Paquetá no momento do gol em Brasil x Panamá

NO TRAVESSÃO!
Na segunda etapa, o Brasil seguiu dominante, mas ainda em ritmo lento. Aos cinco minutos, Fagner cruzou à meia-altura e Richarlison desviou com o pé no poste de Mejía. Depois, foram dez minutos de poucas chances até Paquetá assustar finalizando após deixada de Roberto Firmino. No lance em questão, o camisa 10 ainda foi puxado, mas o árbitro não marcou pênalti. 

RICHARLISON CHAMA A RESPONSABILIDADE 
Melhor em campo, Richarlison tentou, tentou, tentou e por pouco não marcou. 
Primeiro, o camisa 21 recebeu na direita, avançou, deu um drible da vaca e chutou rasteiro, mesmo sendo atrapalhado por Gabriel Jesus. Na sequência, Casemiro subiu bem para acertar o poste de Mejía, e o atacante completou para fora em grande chance. 

QUE SONO…
 
Os minutos finais que poderiam ser de pressão, foram de momentos sonolentos da Seleção Brasileira. Tanto Tite, quanto Julio Dely Valdés fizeram substituições, mas o panorama da partida não mudou. Brasil apresentou um dos piores desempenhos coletivos desde que o atual treinador assumiu o comando e o empate contra o Panamá não causou boas impressões. 

FICHA TÉCNICA 
BRASIL 1 X 1 PANAMÁ 
 
Estádio: Estádio do Dragão, Porto (POR) 
Data-hora: 23/03/2019, às 14h (de Brasília) 
Árbitro: João Pinheiro (POR) Nota LANCE!: 6,0 (dentro das circunstâncias, conseguiu fazer uma boa atuação na arbitragem) 
Assistentes: Bruno Rodrigues e Álvaro Mesquita (POR) 
Público/renda: 39.410 torcedores. 
Cartões amarelos: Richarlison (BRA), Mejía (PAN) 
Cartões vermelhos: – 
GOL: Lucas Paquetá (1-0, 31’/1ºT), Adolfo Machado (1-1, 36’/1ºT) 

BRASIL: Ederson, Fagner, Militão, Miranda e Alex Telles; Casemiro; Arthur (Felipe Anderson – 26’/2ºT), Paquetá (Everton – 14’/2ºT), Coutinho e Richarlison; Firmino (Gabriel Jesus – 14’/2ºT). Técnico: Tite 

PANAMÁ: Mejía, Murillo, Escobar, Cummings, Machado e Davis; Quintero (Browne – 38’/2ºT), Godoy (Jan Vargas – 47’/2ºT), Cooper (Walker – 36’/2ºT) e Rodríguez; Torres (Fajardo – 28’/2ºT). Técnico: Julio Dely Valdéz. 

Fonte: Yahoo esportes

Imagens da fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *