Palmeiras continua na disparada, vence Ceará e consolida liderança.

A estrela do jogador Bruno brilha mais forte e contribui para vitoria do Palmeiras.

Bruno Henrique foi merecedor de todos os aplausos que recebeu neste domingo, no Pacaembu. Em especial, de Deyverson. O atacante novamente foi expulso, mas contou com a ajuda do volante, aniversariante do dia e autor dos dois gols da vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, em um jogo que tinha tudo para ser tranquilo no Pacaembu.

O resultado firma o Palmeiras na liderança do Campeonato Brasileiro. Muito graças a Bruno Henrique, que celebrou seu 29º aniversário convertendo pênalti, aos 17, e fazendo golaço, aos 34 minutos do primeiro tempo. Depois do intervalo, Arthur Cabral, aos nove minutos, descontou para o Ceará.

Lucidez do aniversariante
O Ceará começou o jogo impondo um ritmo que acabou contagiando o Verdão e, nos minutos iniciais, reduzindo a clara diferença técnica entre as equipes. O time nordestino chegou até a levar perigo.

Até que, em cobrança de escanteio, Edinho levou o braço à bola. O árbitro demorou a marcar, mas, assim que deu a penalidade, Bruno Henrique se manteve distante das reclamações, com a bola na mão. Tranquilo, abriu o placar.

Enquanto a equipe de Lisca tentava mostrar força, Bruno Henrique reapareceu com um lindo gol, do meio-campo. Era o que o Verdão precisava. Não fosse Deyverson.

Loucura total
O jogo estava nas mãos do líder do Brasileiro até que Deyverson, mais uma vez, perdeu a cabeça e acertou Richardson. Foi expulso, aos 45 minutos do primeiro tempo, e a tensão dominou tanto que as duas comissões técnicas começaram a discutir.

Sobrou para Lisca, expulso. A caminho do vestiário, fez gesto de roubo para a torcida palmeirense.

Ceará sonhou
O Verdão voltou do intervalo perdido e, com um a menoz, conseguiu ceder contra-ataque que Arthur Cabral concluiu no gol de Weverton.

Felipão, então, agiu. Colocou Dudu para prender a bola no ataque e garantir três pontos.

Agenda e situação na tabela
Líder do Brasileiro, agora com 59 pontos, o Verdão volta a jogar pela competição no sábado, às 19h, contra o Flamengo, no Maracanã. Na quarta-feira, às 21h45, abre as semifinais da Libertadores contra o Boca Juniors, na Argentina.

Já o Ceará segue na zona de rebaixamento, estacionado com 31 pontos. Tenta se recuperar visitando o Cruzeiro, na quarta-feira, às 19h30.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 1 CEARÁ
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 21 de outubro de 2018, às 16h
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Alessandro Rocha Matos (Fifa-BA) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Público/renda: 33.355 pagantes / R$ 1.178.690
Cartões amarelos: Bruno Henrique (1’/1ºT), Diogo Barbosa (10’/1ºT) e Hyoran (4’/2ºT), Mayke (28’/2ºT) e Lucas Lima (33’/2ºT) (Palmeiras) e Samuel Xavier (10’/2ºT) (Ceará), Richardson (28’/2ºT)
Cartões vermelho: Deyverson (45’/1ºT) (Palmeiras)
Gol: Bruno Henrique (17’/1ºT) e (34’/1ºT) e Arthur (9’/2ºT)

PALMEIRAS: Weverton; Jean (Mayke, aos 36’/1ºT), Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Felipe Melo e Bruno Henrique (Moisés, aos 24’/2ºT); Lucas Lima, Hyoran (Dudu, aos 13’/2ºT) e Willian; Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CEARÁ: Everson; Samueal Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Felipe Jonatan (Ricardinho, aos 18’/2ºT); Edinho (Felipe Azevedo, aos 26’/2ºT) e Richardson; Calyson, Juninho Quixadá (Ricardo Bueno. aos 18’/2ºT) e Leandro Carvalho; Arthur. Técnico:Lisca.

Fonte: esportes.yahoo.com
Por William Correa.
Postagem para o LNnoticias
N.Lira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *